I Encontro de Apicultura Natural – Apicultura e Sustentabilidade em discussão! 29 de Outubro, na ESAC, Coimbra

O apelo que nos move…
 É grande o sentido de urgência em reflectir, discutir e agir em prol das abelhas. Porque a produção alimentar constitui uma das principais actividades humanas com maior impacto sobre o planeta, é premente efectivar a preservação da biodiversidade, em particular, dos insectos polinizadores que permitem a manutenção dos ecossistemas e da segurança alimentar humana e não-humana. Uma acção global é necessária, e podemos começar desde já aqui! Nos nossos quintais, nas nossas hortas urbanas de varanda, nos campos de cultivo que abastecem os nossos mercados locais.
 A Apicultura tem um enorme potencial pedagógico, importante na sensibilização das novas gerações e também para demonstrar aos mais graúdos que é possível ser parceiro da natureza e construir uma relação que favorece a fertilidade e a produtividade dos nossos cultivos e, simultaneamente, que ajuda a cuidar da biodiversidade dos lugares em que vivemos. Não é linear a tarefa de transformar práticas e perspectivas que ao longo do tempo se têm mostrado menos sustentáveis, tanto no campo da Apicultura como da Agricultura. Até porque são vastos e complexos os desafios que se colocam à sustentabilidade da vida humana no planeta.
SAM_1802
 Por estes mesmos motivos, estamos convictos, que é fulcral o aprofundamento da reflexão e acção colectiva em torno da Apicultura, quer por quem a pratica, mas também por aqueles que a estudam ou que a acompanham à distância (enquanto curiosos ou apreciadores das iguarias que as abelhas nos oferecem).
 Já lá vão 5 anos desde que em 2011 desafiamos o carismático e entusiástico apicultor Harald Hafner a realizar o primeiro Curso de Apicultura Natural em Portugal, no Jardim Botânico da Universidade de Coimbra. Desde então foram várias as actividades pedagógicas e de formação avançada, com a participação de apicultores e curiosos da região de Coimbra e também de outras localidades do país.
 A vontade em contribuir para o desenvolvimento e divulgação de práticas e abordagens apícolas de cariz naturalista, motivou a criação da Plataforma pelas Abelhas, uma rede de pessoas interessadas em colaborar e trocar saberes e experiências, com o objectivo de desenvolver práticas apícolas com a menor interferência e impacto possível sobre as abelhas e o contexto envolvente das mesmas.
 Hoje são já diversos os projectos (quer da sociedade civil, do sector público e privado, e também científico) que no nosso país desenvolvem um trabalho notável no âmbito da educação e sensibilização, mas também no desenho e experimentação de materiais e abordagens. Mas ainda somos poucos. Urge aproximar os diversos sectores da Apicultura em Portugal, público, privado, associativo e familiar, profissional e amador. Urge conhecer os últimos avanços da ciência, compreender os desafios e dificuldades de quem cuida e vive com as abelhas.
 Este é o nosso convite: que participem no  I Encontro de Apicultura Natural, com o objectivo de discutir em conjunto a sustentabilidade dos diferentes tipos de práticas apícolas e dos seus fundamentos, divulgar práticas apícolas sustentáveis e mobilizar sinergias e colaborações em torno de uma rede de cooperação regional (e nacional?). O nosso cartaz evoca a toalha de mesa, lugar onde tantas vezes nos deliciamos com as iguarias melíferas. Da mesma forma, à mesa, em discussão plenária, propomos a discussão de um Manifesto pela Apicultura, enquanto tomada de posição colectiva sobre os caminhos possíveis e urgentes a seguir pela sustentabilidade do desenvolvimento humano e do planeta. 
cartaz_final_abelhas_2016_10_29
 Com a apresentação de diferentes projectos na área científica, pedagógica, associativa, profissional e amadora, pretende-se dar a conhecer um pouco da diversidade do que se faz neste âmbito da apicultura natural. E também colocar em presença perspectivas que, aparentando ser opostas, podem encontrar pontos de colaboração em torno da promoção da Apicultura em Portugal.
Quando e onde?
 Dia 29 de Outubro,  Sábado, das 09h45 às 17h30, no Auditório H1 da Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC).
Programa Geral (sujeito a alterações)
09h45 | recepção dos participantes
10h00 | Sessão de Abertura
   Sara Rocha – Associação Coimbra em Transição
   João Noronha – Presidente da ESAC – Escola Superior Agrária de Coimbra
   Denis Hickel – Plataforma pelas Abelhas
10h30 | Painel 1: Factos, perspectivas e práticas sustentáveis de Apicultura em Portugal: contributos para uma discussão alargada sobre o potencial da Apicultura Natural (moderação: Teresa Vasconcelos – ESAC)
   10h30 – Harald Hafner (Abelha Azul) – Apicultura Natural – Api-Cultura pelo Futuro
   11h00 – João Casaca (FNAP – Federação Nacional dos Apicultores de Portugal) – A evolução da Apicultura em Modo de Produção Biológico em Portugal e o papel das organizações de produtores
   11h30 – Ana Jervis (Projecto pedagógico de Apicultura da Quinta da Moita)
12h00 | Pausa para almoço
12h00 – 14h00 | Feira Apícola: espaço para exposição de informação científica, de projectos e actividades de apicultura, mostra, venda e/ou troca de produtos e subprodutos do mel, e material e ferramentas de apoio à prática apícola (átrio da Escola Agrária)
14h00 | Painel 2: Factos, perspectivas e práticas sustentáveis de Apicultura em Portugal: contributos para uma discussão alargada sobre o potencial da Apicultura Natural
   14h00 – Miguel Leal (TimberBee)
   14h30 – João Leal – Ser apicultor
   15h00 – Denis Hickel (Quinta do Alecrim e Plataforma pelas Abelhas) – Manifesto pela Apicultura
15h30 | Pausa para lanche e Feira Apícola
16h15 | Mesa Redonda em plenário: Que futuro desejamos para a Apicultura?
17h30 | Sessão de Encerramento
   Lurdes Mateus e Filipe Santos – Associação Coimbra em Transição
17h45 | Plantação de árvores/plantas melíferas na ESAC
Feira Apícola – Mostra de iniciativas, projectos e produtos
 A participação na Feira Apícola terá um custo simbólico de 2,5 zangões, revertendo o valor para a compra de plantas melíferas a plantar na sessão de encerramento do evento. A feira funcionará em registo de venda, troca directa e/ou dádiva de acordo com o pretendido pelos participantes. Contacte-nos por e-mail: coimbraemtransicao.geral@gmail.com
Inscrição no Encontro
 Para se inscrever envie um e-mail com o assunto “[Inscrição – Encontro de apicultura]”para coimbraemtransicao.geral@gmail.com
A inscrição até ao dia 24 de Outubro tem o custo de 10 zangões, e deve ser pago por transferência bancária para o NIB 001000005030612000160. Após a data de 24 de Out., incluindo o pagamento em numerário no próprio dia, o custo será de 15 zangões
Almoço e lanche
 No sábado o refeitório da ESAC está fechado mas o bar estará aberto entre as 8h e as 14h, com serviço de refeições. Se preferir, traga uma merenda para partilhar ao almoço! No lanche da tarde serão providenciadas infusões, água e algumas iguarias com mel.
Como chegar?
   A ESAC situa-se em Bencanta, Coimbra. Veja aqui.
Acompanhe as actualizações e notícias sobre o Encontro na nossa página do evento no Facebook.
Apoios
 A Coimbra em Transição agradece à ESAC o apoio prestado na disponibilização dos espaços!
Esperamos ver-vos em breve!
Saudações apícolas,
A Comissão Organizadora do evento.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s